Como estimar o custo de sua obra


Toda obra, seja ela de uma residência, um escritório, um galpão, enfim, tem sua particularidade. Os métodos construtivos e materiais são inúmeros. Cada um tem seu custo, suas propriedades técnicas, seus prós e seus contras. Mas você não quer saber nada disso! Você quer o preço da obra. Você nem sabe ainda se vai ter o dinheiro ou crédito imobiliário necessário para concluir. Você precisa ter uma noção de quanto vai custar sua casa. Não precisa de uma estimativa de centavos. Os centavos você corre atrás, você quer ter uma noção de custo global do empreendimento. Tenho duas notícias para você: uma boa e uma ruim.


A boa notícia é que esta dúvida não é só sua. Muita gente tem ou já teve esta mesma questão. Pois bem, foi pensado nisso que surgiu o CUB, cuja sigla significa Custo Unitário Básico da Construção Civil. Na prática, é um custo por m² de quanto custa o m² da Construção, variando de estado para estado. Basta dar um google sobre "CUB SP", que vai ter, por exemplo, o custo médio de construção para o Estado de São Paulo, em uma tabela conforme abaixo:



Ou seja, o valor por m², médio, em uma Construção Residencial no Estado de São Paulo é R$ 1.517,65 por m². Quer dizer que, se você tem um empreendimento de 50 m², ele vai custar: 50 m² x R$ 1.517,65 = R$ 75.882,50.


Aqui entra a segunda e má notícia. Esqueça os 50 centavos. Até mesmo os R$ 882,00. Esta é apenas uma estimativa, baseado em um projeto de uma casa térrea. Cujo acabamento não é muito bem especificado e cujo projeto não está muito bem detalhado. Além disso, o CUB não leva em consideração fundações, nem projeto.


Mas então você pensa: voltei na estaca zero! Não necessariamente. Você deve interpretar este valor da seguinte maneira:


"Por menos de R$ 76 mil reais não sai".


Interpretando desta maneira, você não erra. Se inclusive, conseguir fazer por menos, será uma grande vitória. Mas na prática, é realmente um custo básico.


Teria outra maneira mais segura de conhecer o custo da obra? A melhor maneira é orçar. Seu projeto, seus acabamentos, sua realidade. Procure empresas idôneas, interessadas no seu projeto, capazes de lhe entregar um orçamento. Claro que quanto maior o detalhamento do projeto, o índice de acerto será maior. Ao solicitar o orçamento, o que você pode inclusive fazer para a obra-sp, tenha dois tipos de cuidados: curiosos e amadores, que vão lhe oferecer qualquer valor, mas que no final, quando você apertar mesmo, não vão lhe oferecer nenhuma proposta, para construir seu empreendimento, pois o interesse deles era só dar pitaco e criticar os valores e obras dos outros; e desesperados e milagrosos, que vão te oferecer valores muito baixos, não condizentes com os praticados pelo mercado e que podem te dar dois tipos de dores de cabeça: serviços mal feitos ou abandono de obra.


Vamos bater um papo? A gente te ajuda com sua ideia.





23 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo